5 Adaptações Domiciliares para Idosos que Você Deve Fazer Agora

Publicado em 23 de setembro de 2020
5 Adaptações Domiciliares para Idosos que Você Deve Fazer Agora

Muitas pessoas desejam envelhecer em suas próprias residências, aproveitando de seu ambiente familiar e confortável. No entanto, nossas casas nem sempre estão preparadas para receber uma pessoa mais velha. Para ajudar, nós preparamos uma lista com 5 adaptações domiciliares para idosos que você deve fazer agora.

Por que fazer adaptações domiciliares para idosos 

As pessoas desejam envelhecer em sua própria residência

Existem inúmeras razões pela qual uma pessoa prefere envelhecer em sua própria residência. Estar cercado de pessoas conhecidas, um ambiente familiar, apego emocional ao que conquistou durante a vida, e muitas outras…
Para envelhecer em casa com tranquilidade, é recomendado que os idosos façam uso do auxílio e da companhia de cuidadores de idosos. Além de ajudar com atividades diárias, os cuidadores garantem uma maior segurança aos idosos, mesmo que estes sejam independentes.

As adaptações mantém os idosos independentes por mais tempo

O principal objetivo de se fazer modificações domiciliares para idosos é de reduzir o risco de quedas. Estima-se que 40% dos idosos com 80 anos ou mais caem ao menos uma vez por ano. 

Como as quedas são uma das principais razões pelas quais os idosos perdem sua independência, é necessário minimizar seu impacto adaptando a residência do idoso.

As 5 adaptações mais importantes para se fazer na casa de idosos

Em escadas

As escadas são um dos principais desafios enfrentados por idosos e motivos para quedas dentro de casa. É muito importante que as escadas estejam bem iluminadas e, se possível, sejam substituídas por rampas. Iluminação noturna automática é o ideal!

Adicionar uma fita de aderência é outra opção para aumentar a segurança das escadas quando não for possível substituí-las por rampas. Além disso, adicione um corrimão para servir como apoio ao idoso, tanto em escadas quanto em rampas.

Se o idoso vive em um prédio, certifique-se de que ele está de acordo com as normas de acessibilidade. Isso é ainda mais importante quando o idoso usa cadeira de rodas.

Nas portas

Pode ser necessário aumentar o tamanho das portas de sua casa, principalmente se o idoso fizer uso de um andador ou cadeira de rodas para auxiliar em sua mobilidade. 

Na cozinha

As adaptações da cozinha são necessárias quando o idoso é independente e não tem auxílio para realizar as atividades do seu dia-a-dia. 

Nesse sentido, deve-se verificar se existem móveis muito elevados e, se for o caso, ajustar a sua altura. Armários, bancadas de apoio e pias devem ficar em uma altura de fácil acesso para o idoso. 

No banheiro

As adaptações do banheiro são uma das mais importantes quando um idoso opta por envelhecer em sua casa. Listamos abaixo algumas modificações que devem ser implementadas:

  • Aumentar o tamanho do box, com uma entrada e saída mais fácil (e segura);
  • Adicionar uma barra de segurança ao box;
  • Instalar fitas antiderrapante;
  • O chuveiro deve conter um assento (fixo ou móvel) para tomar banho sentado;
  • Carpetes devem ser presos ao chão (pode ser com fita adesiva dupla-face);
  • Ajustar a altura da gaveta de medicamentos.

No piso

Para se considerar mudanças no piso, primeiro é necessário avaliar os pisos existentes na casa.

Pisos lisos, como madeira e ladrilho podem ser escorregadios e ocasionar quedas. Além disso, as pessoas costumam usar tapetes nesses tipos de piso, o que também pode ser um problema. 

Sendo assim, você pode optar pelo uso de carpetes, uma vez que idosos são menos propensos a tropeçar em carpetes. Os melhores pisos de carpete para idosos são os que têm uma camada mais curta, com menor impacto em andadores e cadeiras de rodas.

Compartilhar