Como organizar remédios da maneira mais eficaz

Publicado em 19 de outubro de 2020
Como organizar remédios da maneira mais eficaz

Organizar remédios é uma tarefa essencial em que família, cuidadores, médicos e farmacêuticos se unem aos pacientes e idosos para o controle do uso de medicamentos. 

O resultado dos tratamentos pode ser diretamente afetado por alguns deslizes, como a superdosagem ou até mesmo por esquecer de tomar o remédio, podendo causar sérios efeitos colaterais.

Pensando nisso, controlar as dosagens e horários pode parecer difícil, mas as dicas deste artigo são interessantes para que qualquer pessoa possa ministrar os remédios com facilidade. Assim, o tratamento será mais seguro ao ser seguido de forma correta.

Para quem toma dois ou mais medicamentos por dia, com receitas de vários médicos, é preciso criar uma organização clara e objetiva. 

Essas dicas também são ideais para quem está cuidando de um parente ou idoso que precisa de apoio para tomar os medicamentos nos horários corretos.

A forma mais eficaz de organizar remédios

Antes de tudo, é importante separar os remédios que são consumidos em jejum, durante ou após as refeições. 

Após isso, siga estas dicas de como organizar remédios:

  • Faça uma lista ou planilha
  • Separe por categorias
  • Tenha uma caixa organizadora de medicamentos
  • Mantenha em local visível
  • Coloque alarme para os horários das medicações
  • Use fitas e adesivos para os remédios que não vão na caixinha organizadora

Esses são os pontos que devem ser levados em conta ao definir uma rotina de tratamento efetiva.

Passo a passo para organizar os remédios

Agora, vamos explicar etapa por etapa de como organizar seus remédios:

Faça uma lista ou planilha

Utilize ferramentas como Excel ou Planilha Google Docs para criar uma planilha virtual ou até mesmo fazer anotações com papel e caneta são maneiras de organizar os remédios, horários e dosagens.

Separe por categorias

Divida os remédios em duas categorias: os regulares dos demais;

E depois em três outras de acordo com o horário: de manhã, à tarde ou à noite.

Caixa para organizar remédios

As caixas para medicamentos são indispensáveis na hora de organizar os remédios, pois agrupam os remédios de forma específica:

  1. Diária: Caixinhas com espaço para os medicamentos que serão tomados durante o dia.
  2. Semanal: Essa é dividida em espaços para os sete dias da semana.
  3. Mensal: Com quatro fileiras de sete espaços cada, esse modelo organiza os remédios para o mês todo.

Outra opção são as caixas que tem um alarme programável na tampa!

Coloque alarme para os horários das medicações

É sempre muito útil contar com despertadores (físicos ou digitais) para programar a hora que cada medicamento deve ser ingerido.

No celular, por exemplo, é possível agendar diversos horários e dias para cada tipo de medicamento. 

Mantenha em local visível

Para garantir de todas as formas que os remédios não serão esquecidos ou perdidos, é necessário deixá-los em local visível, arejado e que não possua incidência direta da luz solar.

Evite guardá-los dentro de armários, deixar em cima da mesa ou bancada da cozinha é o ideal. Se precisar deixá-los em um armário, não se esqueça de colocá-lo na altura correta para o idoso não precisar se reclinar demais.

Use fitinhas nas caixas dos remédios

As caixinhas organizadoras são ótimas opções, mas quando os comprimidos são muito parecidos pode ser complicado organizá-los juntos. Então, coloque uma fita ou pinte a caixa dele e anote na planilha a legenda dessa marcação.

Essa é uma dica que pode ser feita na própria consulta com o médico, assim como uma médica adaptou a receita para um paciente analfabeto em Belém.

A foto da receita viralizou na internet e a partir disso, muitos médicos começaram a fazer o mesmo!

médica adapta receita para paciente
Crédito: Reprodução/Twitter

Conclusão

É muito importante que os medicamentos estejam organizados para que o tratamento atinja a sua eficiência. Além de organizar os remédios como mostramos, é extremamente importante guardar a bula de cada um.

Agora você já sabe a maneira mais eficaz de organizar remédios, tanto para si mesmo quanto para algum parente ou idoso.

Sabe de alguém que precisa dessas dicas? Compartilha esse artigo!

Compartilhar