Transporte para idosos: conheça as melhores opções

Publicado em 28 de outubro de 2020
Transporte para idosos: conheça as melhores opções

Sair de casa e aproveitar os dias caminhando ou nas praças, com boas amizades por perto ou apenas observando o movimento é um hábito comum na terceira idade. Graças às opções de transporte para idosos, essa atividade é possível com facilidade para muitos.

No entanto, a forma de locomoção entre a residência do idoso e seu ponto de destino merece atenção e cuidado. Por isso, a tendência é haver cada vez mais facilidades e acessibilidades no transporte, público ou privado, para a terceira idade.

Hoje em dia, já conhecemos bem os benefícios das gratuidades para quem está na fase madura da vida.

Mas, além do que esse direito de ir e vir sem pagar nada na malha rodoviária municipal, surgem soluções tecnológicas para atender com ainda mais praticidade e segurança este público. 

Em 2019, o TIC Domicílios, do Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.Br), apurou em uma pesquisa que 32% dos idosos entrevistados usavam internet através do celular, número 5% superior ao resultado de 2017, e ainda mais do que o dobro de 2015, quando apontava 13% de uso dos aparelhos portáteis. 

Acompanhando esse crescimento, surge no mercado um novo segmento de soluções para idosos: aplicativos de transporte para idosos e pessoas com dificuldade de mobilidade

A ótima ideia abre porta para imaginarmos um “Uber para idosos”, mas também levanta a necessidade de pensarmos nas preocupações e facilidades que surgem com essa iniciativa.

Cuidados que se deve tomar na hora de escolher o transporte para idosos

Com quem está na terceira idade, todos os cuidados são necessários, uma vez que nos preocupamos com o bem-estar, conforto e segurança dos idosos que estão próximos de nós. 

Procurar entender quais necessidades eles têm e para onde gostam de ir é fundamental, assim, podemos ajudar a entender as melhores formas de chegar até lá, seja a pé ou utilizando algum serviço de transporte.

Pontos mais próximos

Caso seja necessário pegar um ônibus, por exemplo, é interessante verificar quais as melhores linhas disponíveis no ponto mais próximo da casa da pessoa de idade. 

Além da proximidade, é importante considerar a segurança e condição do ponto de ônibus, já que o conforto do idoso enquanto aguarda o ônibus também é valioso.

Horários de menor fluxo

É recomendável evitar horários de grande movimento e congestão dentro do transporte público, uma vez que dificulta o embarque e desembarque do idoso.

Mesmo que os bons modos orientem que os passageiros cedam seu lugar para pessoas de idade, isso nem sempre acontece. Sendo assim, é preferível optar por horários de menor fluxo dentro dos veículos de transporte coletivo.

Ônibus com acessibilidade

Também valem os cuidados com quais ônibus fazem parte da frota, uma vez que nem todos possuem as devidas adaptações para as dificuldades mais frequentes da terceira idade.

Homem idoso dentro do ônibus

Por essas razões, é importante acompanhar o idoso nas saídas dele, ajudando-o no que for necessário e verificando melhores alternativas em passeios futuros.

Melhores opções de transporte para a terceira idade

Táxi

O serviço tradicional de corridas pagas ainda resiste nos tempos da tecnologia, e vem se adaptando em alguns grandes centros. 

A vantagem do táxi é permitir que haja troca de contatos, e criação de proximidade e confiança com motoristas de sua região. Isso ajuda a resolver algumas das preocupações que temos com o bem-estar dos idosos na hora de optar pelo transporte urbano.

Isso facilita inclusive na negociação de valores. Conhecendo o taxista, é possível que os valores sejam mais maleáveis, e ajude a quebrar a objeção do táxi ter um valor de serviço elevado quando comparado às outras opções.

Aplicativos de Corrida

Os idosos estão cada vez mais conectados, como mencionamos no início. E o benefício disso é a presença de idosos como clientes de aplicativos como Uber, 99, Cabify.

Com valores mais atraentes e uso simplificado, estes aplicativos podem ser inclusive utilizados por quem cuida do idoso, a fim de monitorar a corrida e controlar se tudo está ocorrendo bem.

Aplicativo EuVô

Ano após ano, a adesão dos idosos à internet vem sendo observada, e o resultado disso é o nascimento de soluções como o aplicativo “EuVô”, desenvolvido por uma start-up de dois irmãos, residentes de São Carlos-SP.

Vitória e Gabriel Barboza decidiram empreender em um novo aplicativo de transporte, só que apenas com motoristas capacitados para lidar com idosos e pessoas com dificuldade de locomoção.

Dessa forma, o aplicativo sana as principais preocupações de quem convive com alguém nessas condições, ainda oferecendo a possibilidade da corrida ser acompanhada em tempo real por um responsável. 

Valores

O valor é igualmente acessível, equiparando o preço intermediário entre os apps de corrida convencionais e um táxi, mas com os benefícios de ser um serviço exclusivo e especial para idosos.

Área de serviço

O aplicativo ainda está restrito às cidades de São Carlos e São Paulo (capital), mas isso não significa que ele não esteja prestes a aparecer no restante do Brasil. 

Outros aplicativos de transporte para idosos

No momento desta publicação, ainda não havia notícias de novos aplicativos em desenvolvimento, mas vale ficar atento, inclusive na própria EuVô, em caso de expansão para novas cidades.

Ônibus

Benefício da gratuidade

A solução mais popular e conhecida é garantida pelo Estatuto do Idoso, que tem validade para todo território federal, através do artigo 39 da lei nº 10.741, de 1º de outubro de 2003:

Aos maiores de 65 (sessenta e cinco) anos fica assegurada a gratuidade dos transportes coletivos públicos urbanos e semi-urbanos, exceto nos serviços seletivos e especiais, quando prestados paralelamente aos serviços regulares.

Isso assegura, então, que quem está na terceira idade possa utilizar livremente os ônibus de linhas municipais. Para aproveitar da gratuidade, basta o idoso comprovar, através de documento, a sua idade ao embarcar. 

Carteira do Idoso

Diferente do direito defendido no Estatuto do Idoso, a Carteira do Idoso é a garantia federal concedida ao público com mais de 60 anos, que recebem até dois salários mínimos e sem renda comprovada, para viajarem de graça ou com 50% de desconto em passagens interestaduais (a critério da companhia de transporte).

Como solicitar a Carteira do Idoso?

A carteira pode ser retirada gratuitamente nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), mediante comprovação com os seguintes documentos:

  • Contracheque de pagamento;
  • Carnê de contribuição para a Previdência;
  • Extrato de pagamento de benefício ou declaração do INSS;
  • Carteira de Trabalho com anotações atualizadas.

Com a Carteira do Idoso em mãos, basta apresentá-la no guichê das empresas rodoviárias, além de um documento com foto. 

O futuro do transporte para idosos certamente contará com soluções inovadoras e ainda mais acessíveis em todo o Brasil.

Por hora, vale reforçar o cuidado e atenção com a vida independente das pessoas de idade, ao passo que ainda aproveitem dos benefícios e vantagens de cada uma das opções.

Compartilhar